Porque maltratamos os animais?

Miles Marton
Porque maltratamos os animais?
Porto, Edições Asa, 1990

Que se entende por maltratar os animais?
Durante milhares de anos, o homem matou animais para se alimentar e vestir e por desporto. Mas há muitas pessoas que consideram que não devemos tratar os animais dessa maneira. Será que os animais sofrem, desnecessariamente, nas mãos dos seus donos, tratadores, agricultores, cientistas e caçadores?
Este livro pretende fazer-te pensar se teremos o direito de maltratar os animais como fazemos constantemente.

Será boa ideia ter animais de estimação?
Ter um coelhinho pode ser muito bom. Mas será que é justo manter o animal fechado entre as paredes dum quarto?
Muitos de nós gostamos de ter animais de estimação.
Porque é que gostamos deles? Talvez porque dependem de nós ou porque nos dão afecto. Mas, que é que fazemos por eles?
Observar peixes tropicais ou afagar um gato é agradável e pode ajudar-nos a acalmar quando estamos preocupados. Mas estará certo termos os animais só para nosso prazer? Sim, desde que olhemos bem por eles. No entanto, há pessoas que não o fazem. Nas cidades há muitos cães a quem é dada muita comida e pouco exercício.

O cão é chamado “o melhor amigo do homem”. No passado, os homens e os cães tomavam conta uns dos outros. Estes protegiam as pessoas dos seus inimigos, fossem eles animais ou outros homens, e caçavam para os seus donos. Hoje, com as lojas, já não precisamos dos cães da mesma maneira.
Como é que tratas os animais? Um animal de estimação requer muitos cuidados e atenções. Os hamsters são muito fáceis de cuidar embora precisem de um mínimo de espaço. Muitos animais sofrem em pequenas gaiolas ou por serem maltratados.
Os animais não são brinquedos que se oferecem como presentes. Requerem uma alimentação regular e grandes cuidados, durante muitos anos.

As pessoas fazem mal aos seus animais de estimação?
Todos os anos, milhares de cachorros e de gatos, abandonados pelos seus donos que já não os querem, têm de ser abatidos pela polícia e pelos serviços de saúde.
Por vezes, os animais têm de ser deixados com outras pessoas. Se tiveres necessidade de o fazer, tenta deixar o teu animal com alguém que saibas que o tratará bem durante a tua ausência.
Deixar o cão no canil quando vais de férias, pode ser doloroso para ele.

É crueldade mantermos os animais num jardim zoológico?
Podermos observar os animais selvagens de perto é excitante e, ao mesmo tempo, permite-nos aprender muitas coisas com eles. Animais pequenos, como os esquilos, que não requerem um espaço muito grande, são ideais para permanecerem nos zoos. No entanto, animais maiores, como os elefantes, ursos polares e golfinhos ficam aborrecidos com o encarceramento a que são sujeitos. Alguns deles precisam de companhia e de muito espaço, o que nem sempre têm nos jardins zoológicos.
Algumas pessoas pensam que, se podemos ver os animais na televisão, não é necessário tê-los num zoo.

Muitos animais selvagens morreram já em consequência da actividade do homem e muitos mais estão ameaçados. Precisam de espaços naturais para sobreviver em liberdade. Temos de tentar equilibrar as nossas necessidades com as dos animais.
Os jardins zoológicos podem salvar animais em perigo. Os bons zoos mostram como vivem os animais no seu habitat natural e como é importante preservá-lo. Isto poderá fazer com que os animais sejam protegidos no seu ambiente natural. Podem ainda desempenhar um importante papel na preservação de espécies em extinção, ao permitirem a reprodução e crescimento de animais que são, posteriormente, devolvidos à vida selvagem.

Os animais selvagens são maltratados pelas pessoas?
Alguns animais, como o rinoceronte e o elefante, precisam de ser especialmente protegidos já que são muito procurados pelos seus chifres e dentes, que são usados como ornamentos. Em todo o Mundo, os pássaros e animais selvagens são incomodados pelo homem que, ao invadir os seus domínios, os deixa sem local para viver.
Também produzimos resíduos que poluem os rios e os mares, o que provoca a morte de peixes e, por consequência, das baleias que deles se alimentam.
Os gorilas da África Central foram salvos da extinção porque as florestas onde vivem são agora áreas protegidas.

Devemos usar peles de animais como vestuário?
Algumas pessoas gostam de usar peles de animais porque pensam que é bonito. No passado, o homem usava peles porque esse era o único material disponível para fazer agasalhos. Actualmente, podem fazer-se roupas quentes a partir de substâncias vegetais e de produtos sintéticos como o poliéster e o nylon. Apesar disso, os animais continuam a ser mortos para se utilizar a sua pele. Raposas, castores, martas e gatos selvagens são capturados e mortos.
Carteira de pele de gato-tigre. Os gatos selvagens estão a tornar-se raros e precisam de ser protegidos.

E os animais da quinta?
As pessoas comem carne desde há milhares de anos. Até há pouco tempo, os animais eram criados em pequenas quintas. Os criadores sabiam que, quanto melhor os tratassem, melhor seria a carne.
Actualmente, muita da carne é produzida em “quintas-fábricas”, nas quais o maior número de animais é metido no menor espaço possível, o que se traduz em carne, leite e ovos mais baratos e em maior quantidade. No entanto, há pessoas que defendem que não devemos comer carne.

Quais são os custos da carne mais barata?
Nas modernas quintas de criação, os frangos são mantidos em gaiolas de arame demasiado pequenas. Em alguns países, este tipo de criação está a ser proibido. Pequenos aperfeiçoamentos nas quintas melhorarão substancialmente a vida de milhões de animais. Mas como o criador e as empresas que fabricam alimentos pretendem manter as suas margens de lucro, estas medidas traduzir-se-ão num aumento do preço da carne.
As galinhas em pequenas gaiolas põem mais ovos do que as que são mantidas nos tradicionais galinheiros.

Os animais devem ser usados em testes de medicamentos?
Os cientistas usam animais para observarem o funcionamento do corpo e para procurarem a cura para certas doenças. Se não o fizessem, teriam de ser pessoas a arriscar a sua vida e saúde para testar novos medicamentos.
Certas pessoas afirmam que não deveríamos fazer aos animais aquilo que não fazemos a nós próprios. Mas, será que os animais sentem do mesmo modo que nós? E indiscutível que são capazes de sentir a dor mas, por serem menos inteligentes que o homem, há quem pense que o seu sofrimento é menor que o do ser humano.
Champôs, sabonetes e batons são testados em animais. Valerá a pena sacrificar coelhos por um novo champô? Alguns produtos não utilizam animais em testes.

Devemos usar animais em espectáculos?
Os animais são usados em espectáculos desde tempos remotos. Alguns mais cruéis, tais como as lutas de ursos e de galos, foram proibidos. No entanto, há animais que continuam a ser caçados por divertimento, havendo pessoas que pagam muito dinheiro para disparar sobre leões em África.
Por vezes, o número de animais duma determinada espécie torna-se demasiado elevado numa certa área, pondo em causa a sua própria sobrevivência e a de outros animais. Por essa razão, os caçadores afirmam que não maltratam os animais pelo facto de matarem alguns. Mas há muita gente que considera isto cruel.
Muitos países não permitem o uso de animais no circo porque consideram que isso é uma forma de os maltratar.

Temos necessidade de maltratar os animais?
O relacionamento que temos com os animais está a mudar. Já não necessitamos tanto deles para nos protegerem ou para nos arranjarem alimentos. Em contrapartida, usamo-los mais para outros efeitos, como sejam os testes de novas drogas, a companhia e o fornecimento de carne.
As pessoas maltratam os animais quando põem os seus interesses à frente de tudo. Os animais, as plantas e o homem vivem todos no mesmo mundo e dependem uns dos outros. Temos de respeitar os animais no nosso próprio interesse.
Continuamos a usar as ovelhas para obtermos carne e lã. Estes animais podem sofrer de falta de cuidados quando são encerrados nas quintas de criação intensiva. Os animais das quintas precisam que olhem por eles.

Anúncios


%d bloggers like this: